Um comentário sobre “Entrevista – 10/05/2015

  1. Meus caros amigos! Primeiramente gostaria de agradecer o material sobre a doutrina espírita que é sempre trabalhado. O assunto deste vídeo sempre me faz refletir bastante. O que eu não consigo entender é qual o ponto de equilíbrio entre o livre-arbítrio e a providência divina?

    Eu pergunto isso justamente pois conhecemos situações em que as provações estão pré-destinadas a acontecer antes mesmo da nossa encarnação. Exemplifiquemos este caso da seguinte forma: Dois espíritos possui como objetivo encarnarem-se na mesma época para formarem um casal e receberem um terceiro irmão (vemos isso em alguns casos de obsessões em que o obsessor encana como uma pessoa próxima). Este acontecimento esteve definido antes da encanação, porém só foi possível acontecer pois um conjunto grande de decisões fez com que eles se encontrassem. Como funciona o livre-arbítrio neste caso?

    Um caso recente que exemplifica esta situação foi a catástrofe que aconteceu em Santa Maria (SC). Mensagens do mundo espiritual já confirmaram que vários dos irmão que desencarnaram naquela situação eram remanescentes de épocas futuras e se encontraram naquele local providencialmente para que desencarnassem coletivamente a fim de pagarem algumas falhas anteriores. Se pensarmos no conceito do livre-arbítrio não conseguiríamos justificar esta decisão, pois foi preciso que essa vontade tenha sido superior a ponto de interferir no ímpeto de cada indivíduo para estarem presentes naquela situação.

    Obrigado pela oportunidade de perguntar.

    Um abraço!
    Breno

Deixe uma resposta